MATÉRIAS

Em Park City, a neve tem marca registrada
O grande impulso no lugar foi dado em 2002, quando foi sede dos Jogos Olímpicos de Inverno.




Suas estações de esqui estão dentro das melhores da América do Norte e seus resorts e condomínios são de altíssimo nível.

É sabido que Park City, em Utah (EUA), é um dos grandes destinos de inverno, a nível internacional. Seus hotéis e condomínios tem recebido prêmios de excelência de meios tão importantes como respeitados, desde a Forbes até a Go Outside, incluindo a Conde Nast Traveler, revista ícone do turismo no mundo inteiro.


Isso não tem se dado por acaso, são muitos anos de trabalho e, principalmente, de altos investimentos. O primeiro resort de esqui foi aberto em 1963 e de lá pra cá o crescimento de Park City como a Meca dos esquiadores tem sido alucinante.  Mas o grande impulso foi dado em 2002, quando foi sede dos Jogos Olímpicos de Inverno. A preocupação que há em ser a estação top the tops é muito grande, ao ponto de ter sua neve uma marca registrada, a  Powder®, que é considerada a melhor neve do mundo.


A explicação que dão disto, em poucas linhas, é porque as nuvens carregadas que entram pelo Pacífico, passam por cima do deserto e logo pelo grande Lago Salgado, ou  Salt Lake, tirando nesse longo percurso o excesso de água, deixando-as prontas para soltar a mais perfeita neve que possa imaginar. Os experts na América Latina a chamam de neve primavera, ou neve pó, e deste lado do hemisfério ela se dá principalmente em setembro, mas nunca da qualidade que tem em Park City. Ela não vira sopa, o que permite um maior controle dos esquis e claro, maior facilidade em se deslizar pela neve, mesmo que o esquiador afunde até os joelhos. Há também opções para quem não deseja esquiar, como passeios em trenó puxado por cavalos  ou cachorros, motos de neve,  trilhas para caminhar com raquetes e, especialmente para a meninada, o tubing.


Suas estações de esqui estão dentro das melhores da América do Norte e seus resorts e condomínios são de altíssimo nível, a grande maioria oferecendo hospedagem in-out. Só para ter uma ideia do luxo que é oferecido ao visitante, há aqui nomes que são ícones do requinte e do bom gosto em hotelaria, como  Waldorf Astoria,  St. Regis, Montage e Stein Eriksen Lodge entre outros tantos. Sabe-se que Park City possui a maior concentração de hotéis e condomínios de luxo dos Estados Unidos, para uma cidade que não supera os oito mil habitantes.  É também considerada a cidade americana com maior concentração de resorts de alto padrão, estes são Canyons Resort, Park City Mountain Resort e Deer Valley Resort.


No condomínio Colony, no Canyons, há mansões com heliporto. E de restaurantes nem falar, o padrão de qualidade é a toda prova. Quer uma dica interessante? Vá ao Zoom, criação e propriedade do ator e diretor americano Robert Redford, construído na edificação que foi a estação de trem da cidade.  E para aqueles drinques que esquentam o inverno não deixe de visitar o bar No Name Saloon, cujo slogan o diz tudo: Ajudando o pessoal a esquecer seu próprio nome desde 1903...

Boa viagem!!!
 
Mais informações: Click aqui

Sobre o clima: Click aqui
 
Dicas para atividades de inverno: Click aqui
 
Curta Park City no Facebook em português: Click aqui


por Jaime Bórquez
Jornalista com 35 anos de experiência em representações, assessoria e consultoria em turismo no mercado nacional e internacional, e nosso colaborador na plataforma afimdeviajar.com





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



MATÉRIAS  |  17/01/2020 - 22h