MERCADO

Para quem deseja morar fora, o Canadá busca mais de 1 milhão de imigrantes até 2023
SEDA Intercâmbios e Revelo fecham parceria para financiar programas de estudos que possibilitam a oportunidade de imigração.


Vista da bela cidade de Toronto, arranha céus e a famosa Torre CN/Foto: Divulgação

Morar no Canadá tem se tornado um sonho cada vez mais próximo para muitos brasileiros. O país possui mais de 40 programas de imigração para residência permanente, entre oportunidades federais e das províncias. No total, a expectativa é atrair mais de 1 milhão de imigrantes até 2023. Entretanto, a busca é por profissionais altamente qualificados, fazendo com que as instituições de ensino se tornem verdadeiros propulsores da economia local, formando a mão de obra adequada para as demandas do país. 

Prédio sede da TSOM em Toronto/Foto: Divulgação

No intuito de ampliar as oportunidades para os brasileiros, a SEDA Intercâmbios, agência que já levou mais de 5 mil estudantes ao exterior, se une a Revelo, maior empresa de tecnologia para área de recursos humanos da América Latina, para oferecer financiamento de estudos aos interessados em emigrar. 

A iniciativa é uma extensão do Revelo UP, programa de aceleração de carreira da Revelo, que permite que alunos paguem o curso após se formar. Os valores referentes aos cursos profissionalizantes nas áreas de tecnologia poderão ser financiados em 100% em parcelas de 12, 18 ou 24 vezes. “Muitas pessoas nos procuram com o objetivo de morar fora do país, mas os custos acabam sendo uma barreira. Foi por isso que buscamos uma forma de ampliar as possibilidades por meio de um programa de financiamento”, afirma Jéssica Carvalho, Gerente de Produtos da SEDA Intercâmbios.

Os programas têm carga horária de 20 horas semanais e oferecem visto de trabalho, permitindo que o aluno pague sua estadia e o financiamento enquanto trabalha no país. Os candidatos precisam ter ensino médio completo e realizar um teste de inglês das instituições de ensino. Quem não obtiver a nota mínima, pode contratar um combo com curso de inglês mais curso profissionalizante e parcelar os dois juntos. Os cursos não demandam conhecimento técnico em tecnologia.

Entre os cursos financiados pelo Revelo UP, estão opções de cybersecurity, desenvolvedor de softwares e user experience (UX) na renomada escola CCTB, em Vancouver. Os programas vão de 42 a 70 semanas de duração e custam entre 10.500 e 17.500 dólares canadenses. Há ainda opções nas áreas de marketing digital e analista de dados na TSOM, em Toronto. Lá, os cursos variam entre 51 e 52 semanas e os preços vão de 10.500 a 11.495 dólares canadenses.  As parcelas partem de R$ 2.850 em 24 vezes. 

Os salários para esse perfil de profissional no Canadá variam de 60 a 80 mil dólares canadenses por ano, permitindo que o estudante pague o financiamento enquanto mantém um bom padrão de vida no país. “Revelo UP nasceu do desejo de garantir novas oportunidades para formação de profissionais em tecnologia. Essa parceria inédita com a SEDA Intercâmbios permitirá que mais pessoas tenham acesso a essas oportunidades”, reforça Lucas Mendes, co-fundador da Revelo.

O Canadá é um dos países mais diversos do mundo, recebendo imigrantes de vários países. Entre as principais vantagens oferecidas a residentes permanentes estão o acesso ao sistema de saúde, segurança, escolas públicas de boa qualidade para crianças em idade escolar, além de visto de trabalho para o estudante e cônjuge. 

Os interessados devem se inscrever até 30 de maio nesse link. Há opções de cursos com início em setembro de 2021, janeiro e maio de 2022.


Confira o vídeo:






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM