MERCADO

Embalada pela retomada do turismo, Buser expande atuação e chega a todos os estados do Nordeste
Startup leva fretamento colaborativo para todas as capitais da região e aposta em preços agressivos, com 26 trechos gratuitos no lançamento.


A startup espera transportar mais de 500 mil passageiros com destino a cidades como Natal, João Pessoa, Recife e Maceió/Foto: Divulgação

Plataforma de mobilidade que ficou famosa por conectar passageiros a empresas de ônibus por meio do fretamento colaborativo, a Buser está expandindo sua atuação para o Nordeste. A partir desta semana, a empresa começa a atender 27 novas cidades pela modalidade do fretamento, incluindo todas as capitais da região e outros municípios do interior, conectando no total mais de 160 trechos (pares de cidades).

O plano de expansão da startup está ancorado na captação de mais de R$ 700 milhões (realizada em junho deste ano) e na retomada do setor de turismo, que já começa a dar sinais de melhora com a gradativa vacinação em massa dos brasileiros. A empresa, que vem crescendo mais de 30% mês a mês em termos de volume de passageiros desde o primeiro semestre, está confiante no movimento de viagens nacionais nos próximos meses, e por isso anuncia o plano de expansão numa das regiões com maior expectativa para a alta temporada. A startup espera transportar mais de 500 mil passageiros com destino a cidades como Natal, João Pessoa, Recife e Maceió até o final da alta temporada.

“É natural nossa expansão no Nordeste por causa da vocação turística da região”, afirma Marcelo Vasconcellos, co-fundador na Buser. “Em algumas capitais nós chegamos a testar a operação no passado, mas com o início da pandemia ficamos em compasso de espera. De lá para cá passamos a ver um grande interesse da população local, que pesquisa sobre a gente e quer a Buser lá. Isso, somado à massificação da vacina, nos deu um gás a mais e agora estamos chegando com tudo, tanto nas capitais quanto em cidades do interior”, completa Vasconcellos. “Queremos levar um transporte mais acessível e uma melhor experiência de viagem aos passageiros que estão no Nordeste ou querem chegar lá.”

Em média, as viagens vão custar cerca de 60% do valor da concorrência, chegando a custar até metade do preço.

A plataforma ainda entrará com uma promoção inicial que fará com que alguns trechos saiam de graça ao longo do mês de setembro, como Campina Grande (PB) - Recife (PE), Caruaru (PE) - João Pessoa (PB), Feira de Santana (BA) -Salvador (BA) e Imperatriz (MA) - São Luís (MA). Ao todo, serão 26 trechos gratuitos no mês de setembro. A empresa ainda distribuirá cupons nas redes sociais, site e aplicativo, com direito à primeira viagem grátis.

Além das rotas entre cidades no Nordeste, também haverá trechos conectando a região a cidades do Sudeste e Centro-Oeste. As saídas serão diárias, a partir de pontos de embarque e desembarque estruturados para a operação, fora das rodoviárias. Com a nova operação, a Buser espera gerar, nos próximos meses, mais de 500 empregos diretos e indiretos. A ideia é ampliar a operação mais perto do final do ano, chegando a 60 cidades, ligando 220 trechos.

Diferenciais
Um dos diferenciais da Buser na região será a oferta de rotas mais expressas do que a concorrência costuma oferecer na região. Na prática, isso quer dizer que as viagens terão menos “pinga-pinga”. Nas grandes viações com frota própria que operam no Nordeste hoje a média é de 9 paradas por viagem, chegando, em alguns casos, a 14 paradas. Na Buser essa média cairá para menos de 3 paradas por viagem, chegando a conectar até 5 cidades no máximo, em algumas rotas.

Outro destaque da plataforma é o uso da tecnologia para ajudar a tornar as viagens de ônibus mais seguras.

Mais informações: Click aqui




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






MERCADO  |   15/09/2021 22h20


MERCADO  |   01/09/2021 22h39