MERCADO

Nova atualização sobre os requisitos necessários para a entrada em Israel
Israel anuncia nova flexibilização das restrições de entrada removendo a exigência de testes de PCR pós-voo no Aeroporto Ben Gurion.


Os anúncios vêm após o declínio contínuo nos números de casos de Covid-19/Foto: Divulgação/Pixabay

A partir de 20 de maio, serão necessários apenas testes pré-voo. Não apenas isso, mas o teste pré-voo, a partir de 10 de maio, pode ser um teste de PCR realizado 72 horas antes ou um teste de antígeno profissional 24 horas antes da partida.

Um comunicado divulgado ontem pelo Ministério da Saúde de Israel confirmou que Israel está diminuindo suas restrições finais ao Covid-19, removendo os testes de PCR à chegada. De acordo com as novas diretrizes acordadas pelo Ministério da Saúde e pela Autoridade de Aeroportos, os passageiros que desembarcarem no aeroporto Ben Gurion a partir de 20 de maio não precisarão mais realizar um teste de PCR.

A notícia foi anunciada por meio de um comunicado no Twitter do Ministério da Saúde de Israel, que, quando traduzido do hebraico para o português diz:

"Os passageiros que desembarcarem no Aeroporto Ben Gurion a partir de 20 de maio de 2002 não precisarão mais realizar um teste de PCR. A decisão foi tomada em função da queda nos números de casos e ao término das divergências que ocorreram entre os profissionais do Ministério da Saúde e a equipe da Autoridade Aeroportuária. Ficou acordado que os profissionais formulariam um mecanismo para manter a adequação do sistema de testes no Aeroporto Ben Gurion, a fim de para permitir que seja operado rapidamente, no todo ou em parte, quando necessário".

Além disso, o Ministério da Saúde também confirmou que a partir desta terça-feira (10 de maio) os estrangeiros que voam para Israel agora poderão fazer um teste de antígeno antes de embarcar no avião, em vez de um teste de PCR.

Qualquer passageiro que escolher a opção de antígeno deverá realizar o teste nas 24 horas anteriores à sua partida para Israel. Os anúncios vêm após o declínio contínuo nos números de casos de Covid-19 e são as atualizações mais recentes de Israel para facilitar o processo de entrada desde o relaxamento dos requisitos de entrada de vacinação em fevereiro deste ano.

Link para referência: Click aqui




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






MERCADO  |   09/05/2022 16h28